sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Ele subiu a serra...

Ele pegou o guarda-chuva e subiu a serra
E eu fiquei a contemplá-lo.
Subiu a serra e não desceu
Então fui lá para encontrá-lo.
Em um bar o encontrei,
Não foi difícil procurá-lo;
Desde que o conheci, sei
Do seu vício não largado.
Cheguei de manso e o abracei,
(com o pensamento, não com os braços!);
Em seu ouvido sussurrei:
- Já não posso carregá-lo...
Eu sofri, mas foi-se o tempo,
Já não vou mais chorá-lo.
Hoje, ele pega o guarda chuva,
Sobe a serra,
Vai sozinho.
Sem meu abraço.

Farias, Maikele. "Ele subiu a serra...". Fevereiro de 2013http://livredialogo.blogspot.com.br
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported. Deve ser citada conforme especificado acima.

Licença Creative Commons
Baseado no trabalho em livredialogo.blogspot.com.br.
Permissões além do escopo dessa licença podem estar disponível em discente.farias@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por comentar, pois sua opinião é muito importante!
Volte sempre!

 
Licença Creative Commons
Diálogo Livre de Farias, M. S. et alia é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Baseado no trabalho em livredialogo.blogspot.com.br.
Permissões além do escopo dessa licença podem estar disponível em discente.farias@gmail.com.